facebook twitter instagram linkdn blog

welcome-day florenca 2019

Florença não é só uma capital das artes, mas um grande laboratório cultural capaz de acolher e formar estudantes e artistas de todo mundo. E no dia 5 de fevereiro, a cidade deu as boas-vindas a 500 estudantes americanos no Salone dei Cinquecento. No majestoso Palazzo Vecchio, lugar símbolo da vida cidadã, o prefeito Dario Nardella, o cônsul dos Estados Unidos Benjamin Wohlauer e a presidente da Aacupi (Association of American College and University Programs in Italy) Portia Prebys presidiram o Welcome Day, iniciativa anual organizada pelas Universidades americanas em Florença para acolher as centenas de jovens que decidem transcorrer um percurso formativo na cidade, inscrevendo-se em um dos 42 programas acadêmicos para estrangeiros ativos no território.

Enriquecendo a cerimônia, os depoimentos de alguns ex-estudantes, precursores em um percurso de estudo em Firenze que os levou a seguir um destino de sucesso, cultivando os próprios sonhos e elaborando outros novos projetos. É o caso de Alessandro Pugliese, que paralelamente aos estudos está participando de um projeto sobre o futebol como instrumento de integração para os imigrantes na Itália. Ou de Lauren Berardi, formada em História da Arte em Florença e agora prestes a realizar um novo master em arquivamento e estudos de museus. Ou ainda de Molly J, que se tornou parte da “grande família Versace”, segundo suas próprias palavras. Um sucesso para a cidade inteira, representado também por um prêmio especial, oferecido justamente a Alessandro, Lauren e Molly.

Para a ocasião, o Salone dei Cinquecento recebeu o extraordinário concerto de alguns dos nossos professores de prestìgio: Roberto Fabbriciani, diretor de orquestra e flautista; Susanna Rigacci, soprano; e Cristiano Manzoni ao piano, em uma espécie de boas-vindas ao alto potencial artístico em uma cidade que tem nas Belas Artes um dos seus pontos fortes.

Muitos dos estudantes estrangeiros em Florença escolhem, de fato, um programa acadêmico ligado à história da arte e às matérias humanísticas. Todos os anos, 35 mil estudantes vêm da América do Norte para estudar na Itália, dos quais cerca de 15 mil escolhem Florença. Números que testemunham como os programas Aacupi, aos quais pertencem mais de 40 universidades internacionais, são capazes de trazer benefícios econômicos para a cidade, bem como riqueza em termos culturais.

E por último, mas não menos importante, outra excelência do território: os produtos gastronômicos mais representativos da tradição toscana no menu do Eataly.

0
0
0
s2smodern
A Accademia Europe di Firenze é uma Escola Internacinal das Artes e da Cultura Italiana.
Fundada em 2005 como uma escola de língua italiana para estrangeiros, com o passar do tempo ampliou sua oferta e atualmente oferece cursos de cultura italiana, arte, musica e dança, Certificate Programs trienais de Voice & Opera, Drawing & Painting e Dance, Study Abroad Programs em colaboração com universidades americanas de prestígio, Summer e Winter Programs e Joint Academic Programs realizados com instituições universitárias de todo o mundo.
A combinação da experiência vivida na AEF e a qualidade dos professores, fazem da escola, com raízes na história e na cultura italiana, mas qualificada com padroes acadêmicos europeus, um ambiente internacional na cidade do Renascimento e da beleza.

   Cookie policy    Privacy policy