Scuola Internazionale delle Arti, della Lingua e della Cultura Italiana

facebook twitter instagram linkdn blog

Exposição sobre Verrocchio

2019 é o ano de Leonardo da Vinci! Para honrar uma entre as mentes mais brilhantes da história da humanidade após 5 séculos da sua morte, Florença – a cidade onde Leonardo viveu, se formou e se inspirou - está repleta de exposições, iniciativas e instalações dedicadas ao gênio de Vinci. A Galleria degli Uffizi abriu as celebrações com a exposição do Código de Leicester, emprestado do proprietário Bill Gates. Mas os doze meses em homenagem a Leonardo acabaram de começar e continuarão com outro avento imperdível: a partir de 9 de março, o Palazzo Strozzi e o Museu Bargello receberão a primeira grande retrospectiva já dedicada a Verrocchio, que foi mestre de Leonardo.

Pinturas, esculturas e desenhos em um total de mais de 120 obras, provenientes dos mais prestigiados museus do mundo, como o Louvre, o Metropolitan de Nova York, o londrino Victoria & Albert Museum e o Rijksmuseum, de Amsterdã: pela primeira vez as obras mais importantes deste artista-chave do Renascimento italiano são recolhidas e exibidas juntas. Este é um dos principais eventos do “ano leonardiano”, sob a supervisão de dois dos principais especialistas na arte do século XV, Francesco Caglioti e Andrea De Marchi.

Não apenas da Vinci, mas também Sandro Botticelli, Domenico del Ghirlandaio, Pietro Perugino, Francesco Botticini e muitos outros: na fôrma do talento de Andrea di Michele di Francesco di Cione se moldaram alguns dos artistas fundamentais do Renascimento. O estúdio de Verrocchio é o que hoje chamaríamos de “hub polifuncional", isto é, um verdadeiro laboratório polivalente, entre pintura, escultura e ourivesaria.

Eram tempos de Lorenzo, o Magnífico, da Florença do século XV onde a efervescência cultural e o patrocínio iluminado criavam o ambiente ideal para as mentes extraordinárias, que se desafiavam quotidianamente com diferentes técnicas artísticas, realizando verdadeiras obras-primas. Algumas das quais, ainda hoje, mantidas na capital toscana.

A mostra, uma exposição única, reúne inúmeras obras da estreia de Leonardo da Vinci: os talentos do jovem Leonardo, na verdade, eram tão evidentes desde cedo que convenceram seu pai, Piero, a mandá-lo para Florença com apenas 17 anos de idade, para formar-se com Verrocchio. São dessa época as obras atribuídas a ele como “Arcangelo Raffaele e Tobiolo” (Arcanjo Rafael e Tobias) e " Madonna col Bambino e angeli" (Nossa Senhora e o menino com dois anjos), mantidos na National Gallery, em Londres.

0
0
0
s2sdefault
Accademia Europea di Firenze é uma Escola Internacional das Artes, da Língua e da Cultura Italiana. Fundada em 2005 como escola de língua italiana para estrangeiros, com o tempo ampliou sua oferta formativa e atualmente oferece cursos de cultura italiana, arte, musica e Certificate Programs  em Voice & Opera, Drawing & Painting, Dance e um Certificate Program de Língua e da Cultura Italiana, Study Abroad Programs em colaboração com importantes universidades americanas, Summer e Winter Programs e Joint Academic Programs realizados com instituições universitárias de todo o mundo. A experiência vivida na AEF e a qualidade dos professores fazem da escola, com raízes na história e na cultura italiana e qualificada com padrões acadêmicos europeus, um ambiente internacional na cidade do Renascimento e da beleza.

   Cookie policy    Privacy policy