Scuola internazionale delle Arti e della Cultura italiana

Como tornar-se criativo em FlorençaA experiência de viver em Florença faz você se sentir vivo e realizado como em nenhuma outra cidade. Mihaly Csikszentmihalyi é um psicólogo húngaro que passou a maior parte de sua carreira conduzindo pesquisas sobre “experiências ótimas”. As ideias que ele descreveu em seu livro “Flow: The Psychology of Optimal Experience”, de 1990, ajudam a explicar o senso de realização que você poderá experimentar em Florença.

Uma “experiência ótima” é quando nos sentimos mais vivos e experimentamos intenso prazer, concentração e um profundo envolvimento no imediatismo do momento. Csikszentmihalyi descreve da seguinte maneira: "Quando a informação que continua a levar à consciência é congruente com os objetivos, a energia psíquica flui sem esforço". Essas experiências ótimas "são situações em que a atenção pode ser investida livremente para alcançar os objetivos de determinada pessoa, porque não há perturbação para atrapalhar, nenhuma ameaça para o ego se defender. Nós definimos este estado como a experiência do fluxo". No fluxo, estamos em completa harmonia com as tarefas, permitindo uma imersão completa, ininterrupta e aparentemente sem esforço no enfrentamento de um desafio ou tarefa. Nossa confiança aumenta, nossa autoconsciência desaparece e o tempo parece parado.

Muitas pessoas experimentam essa sensação quando estão em Florença. E não é só a antiguidade de Florença que promove uma experiência de fluxo: a arte, os museus, os onipresentes mímicos e músicos de rua... todos contribuem. Assim como as lojas de artigos de couro, as sorveterias, as lanchonetes, os cafés, as lojas de sapatos e de “panini” – o tradicional sanduíche italiano; as pessoas que socializam ao ar livre bebendo um copo de vinho, mesmo ao meio-dia, ou tomando uma verdadeira xícara de café (um expresso de verdade, não aquele café americano que é mais aguado) em um bar; a densa multidão de turistas que nos lembra que este é um lugar importante; a alegria de ouvir e tentar falar a língua e participar da forte conexão social que é o núcleo da cultura italiana.

É a vida de Florença que corre nas veias como o rio Arno. O fluxo não se verifica somente estando em Florença. Um importante ingrediente do fluxo é estar pronto para enfrentar os desafios de uma situação. Alguns modos para se preparar são o estudo da língua italiana antes e durante a sua hospedagem em Florença. Você não precisa falar corretamente, mas pode aprender palavras e frases suficientes para pedir comida em um restaurante, fazer compras e dizer “grazie mille, prego, buongiorno, mi scusi” (muito obrigado, de nada, bom dia e me desculpe) e outras frases cotidianas.

Acolha qualquer ocasião para tentar falar italiano, mesmo que você tropece no idioma. Isso te fará sentir como parte da experiência florentina e mais em harmonia com a cultura italiana. Vá assistir uma partida de futebol. Vá aos concertos de ópera. Participe de uma missa. Visite os museus. Quando quiser comprar comida, fruta, couro, cerâmica e café, vá sempre ao mesmo local, para ficar conhecido dos funcionários e poder jogar conversa fora com eles. Procure interagir com o maior número de florentinos possível. Quanto mais você fizer isso, mais estará preparando o terreno para o fluxo e para uma experiência criativa.

A beleza e a inspiração de Florença estão por toda parte e quanto mais você fizer para se preparar e para participar, mais se sentirá em harmonia com o espírito criativo que permeia a cidade. Talvez nada melhor do que uma observação de Antonio Vanni, Diretor da AEF, para resumir o fluxo que Florença estimula: “Quando você está em Roma, visita os monumentos. Quando está em Florença, você É os monumentos”. Em Florença, você se torna uma pessoa mais criativa.* Este post é a adaptação de um artigo escrito pelo autor, publicado pela primeira vez no The Florentine http://www.theflorentine.net/lifestyle/2014/04/experiencing-florence/

Larry Basirico
Professor de Sociologia
Elon University

0
0
0
s2smodern
A Accademia Europe di Firenze é uma Escola Internacinal das Artes e da Cultura Italiana.
Fundada em 2005 como uma escola de língua italiana para estrangeiros, com o passar do tempo ampliou sua oferta e atualmente oferece cursos de cultura italiana, arte, musica e dança, Certificate Programs trienais de Voice & Opera, Drawing & Painting e Dance, Study Abroad Programs em colaboração com universidades americanas de prestígio, Summer e Winter Programs e Joint Academic Programs realizados com instituições universitárias de todo o mundo.
A combinação da experiência vivida na AEF e a qualidade dos professores, fazem da escola, com raízes na história e na cultura italiana, mas qualificada com padroes acadêmicos europeus, um ambiente internacional na cidade do Renascimento e da beleza.

   Cookie policy    Privacy policy