facebook twitter instagram linkdn blog

Florença, uma cidade para se visitar a péViver em Florença significa estar imerso cotidianamente em sua beleza. Das fachadas das igrejas aos becos impregnados de história; da poesia das margens do Arno às esquinas mais escondidas, esta cidade é um verdadeiro museu a céu aberto. E a coisa mais bacana é que você pode visitar tudo a pé.

Firenze, mesmo sendo uma capital europeia, é uma das “top walkable cities” no mundo, ou seja, uma entre as mais belas cidades do mundo que podem ser facilmente exploradas a pé. Basta descer do trem na estação central para ser catapultado frente a frente com a Basílica de Santa Maria Novella, uma autêntica obra de arte em mármore branco e serpentina verde de Prato, projetada por Leon Battista Alberti.

Alguns passos adiante está a basílica de São Lourenço, que por 300 anos foi a catedral de Florença, com as extraordinárias “Cappelle Medicee” (capelas dos Medici). Prosseguindo, você vai chegar à Piazza San Giovanni onde, aninhada entre as ruas estreitas do centro, fica o enorme complexo do Duomo, com o batistério de San Giovanni Battista e a catedral. Esta última, projetada por Arnolfo di Cambio, foi intitulada, em 1412, de Santa Maria del Fiore e, quando foi finalizada, era a terceira maior igreja do mundo e a maior da Europa, com 153 metros de comprimento, 90 metros de largura e 90 metros do chão ao topo.

Deixando o Duomo para trás, com o maravilhoso campanile di Gioto e a extraordinária cúpula de Brunelleschi – a qual irá celebrar, em 2020, 600 anos do início de sua construção – você irá prosseguir pela via dei Calzaiuoli, chegando assim à Piazza della Signoria. Aqui também uma torre domina o espaço: trata-se do Palazzo Vecchio, um edifício do século XIV, atualmente a sede da Comune (prefeitura) da cidade. De frente para o prédio fica a Loggia dei Lanzi, onde estão expostas esculturas imortais como o Perseo, de Cellini, ou o Ratto, de Sabine del Giambologna.

A poucos passos da Piazza della Signoria, damos de cara com um dos locais mais visitados do mundo: a Galleria degli Uffizi, com sua coleção ilimitada de obras-primas que inclui os trabalhos de Raffaello, Botticelli, Giotto, Tiziano, Caravaggio, Tintoretto e muitos outros.

Da Uffizi, avistamos a margem do Arno onde, caminhando por poucos metros, encontramos a celebradíssima Ponte Vecchio e, sobre ela, o não menos célebre Corridoio Vasariano, que unia a Galleria degli Uffizi ao Palazzo Pitti. Atravessando a ponte, ficamos extasiados pelo cintilar das lojas, cujas vitrines resplandecem autênticas obras de arte feitas em ouro.

Mais alguns passos e chegamos ao Palazzo Pitti, outrora a casa dos Medici e, mais adiante, o Giardino di Boboli, pulmão verde da cidade e exemplo mais famoso no mundo dos jardins italianos.

Viu só como pode ser maravilhoso passear por Florença e quantos séculos de história se atravessam dando alguns passos a pé pela cidade?

0
0
0
s2sdefault
A Accademia Europe di Firenze é uma Escola Internacinal das Artes e da Cultura Italiana.
Fundada em 2005 como uma escola de língua italiana para estrangeiros, com o passar do tempo ampliou sua oferta e atualmente oferece cursos de cultura italiana, arte, musica e dança, Certificate Programs trienais de Voice & Opera, Drawing & Painting e Dance, Study Abroad Programs em colaboração com universidades americanas de prestígio, Summer e Winter Programs e Joint Academic Programs realizados com instituições universitárias de todo o mundo.
A combinação da experiência vivida na AEF e a qualidade dos professores, fazem da escola, com raízes na história e na cultura italiana, mas qualificada com padroes acadêmicos europeus, um ambiente internacional na cidade do Renascimento e da beleza.

   Cookie policy    Privacy policy