Scuola Internazionale delle Arti, della Lingua e della Cultura Italiana

facebook twitter instagram linkdn blog

Simonetta Cattaneo Vespucci: a Vênus de Botticelli

Foto de "In Arte Multiversi"

Florença é uma das capitais mundiais da arte, um majestoso museu a céu aberto, imerso na beleza. E falando de beleza, é impossível não pensar na extraordinária Vênus de Botticelli, quadro originalmente feito para a Villa Medicea di Castello e, atualmente, exposto na Galleria degli Uffizi.

Representação por definição do ideal estético renascentista, reza a lenda que a deusa pintada pelo artista florentino é, de fato, uma nobre da Florença quatrocentista, cuja beleza teria inspirado não só Botticelli, mas também muitos outros artistas, poetas e pintores. A modelo do "Nascimento de Vênus" seria Simonetta Cattaneo Vespucci, cuja extraordinária beleza e morte prematura ajudaram a criar o mito.

Representante dos Cattaneo, uma nobre família genovesa de origem antiquíssima, a “bela Simonetta” se casou com pouco mais de 16 anos com Marco Vespucci, o primo rico do notável Américo, o navegador que deu seu nome ao Novo Continente. Sua graça, imortalizada em vestes de Cleópatra por Piero di Cosimo em um famoso retrato, a transformou em um verdadeiro ícone, tanto que fez perder a cabeça até mesmo Giuliano de 'Medici.

Foi Giuliano, inclusive, que se destacou no famoso torneio descrito no poema “Le stanze per la giostra”, de Poliziano, para ganhar um retrato da donzela feito pelo mesmo Botticelli que, dada a beleza incomparável, designou-a precisamente como “sans par” (a incomparável). Mesmo Pulci e Lorenzo, o Magnífico, não teriam ficado indiferentes ao encanto da jovem, a quem teriam dedicado versos e sonetos.

“A incomparável” teve, no entanto, uma existência muito breve: Simonetta morreu com apenas 23 anos, consumida pela tuberculose, e também a sua morte vem acompanhada de lendas que alimentam o mito. Dizem que, antes do enterro na igreja de San Salvatore in Ognissanti, que preserva os restos mortais dos componentes mais ilustres da família Vespucci, o caixão de Simonetta foi deixado aberto para permitir que qualquer pessoa que fosse homenageá-la pudesse admirar-se com suas feições.

E você, conhecia a história da bela Simonetta?

 

0
0
0
s2sdefault
Accademia Europea di Firenze é uma Escola Internacional das Artes, da Língua e da Cultura Italiana. Fundada em 2005 como escola de língua italiana para estrangeiros, com o tempo ampliou sua oferta formativa e atualmente oferece cursos de cultura italiana, arte, musica e Certificate Programs  em Voice & Opera, Drawing & Painting, Dance e um Certificate Program de Língua e da Cultura Italiana, Study Abroad Programs em colaboração com importantes universidades americanas, Summer e Winter Programs e Joint Academic Programs realizados com instituições universitárias de todo o mundo. A experiência vivida na AEF e a qualidade dos professores fazem da escola, com raízes na história e na cultura italiana e qualificada com padrões acadêmicos europeus, um ambiente internacional na cidade do Renascimento e da beleza.

   Cookie policy    Privacy policy